25 fev

Bota Unna é tema do Café Científico com Pão de Queijo em Minas Gerais

A Bota de Unna é um tipo de curativo usado por pessoas com dificuldade de cicatrização de feridas nas pernas. É indicado, em especial, no tratamento para úlcera venosa e varizes, que às vezes, podem causar feridas. Em alguns casos, o tratamento pode diminuir o edema e trazendo mais conforto ao paciente em algumas situações.

O curativo é composto por uma bandagem impregnada com pasta de óxido de zinco, que não endurece, glicerina, gelatina e pode conter petrolato branco, acácia, óleo de castor e agentes antissépticos e estimulantes da cicatrização. Além disso, oferece suporte para o bombeamento muscular da região da panturrilha durante o caminhar e auxilia no retorno venoso. O paciente pode usar por até sete dias, desde que esteja em acompanhamento e sejam controlados sinais de infecção.

Boota-Unna

 

Segundo Cláudia Santos, enfermeira e mestre em enfermagem, o enfermeiro estomaterapeuta pode prescrever o procedimento e ele, deve acompanhar o paciente até a total cicatrização da úlcera. A profissional ainda detalha que entre as primeiras orientações aos profissionais de saúde e pacientes para o uso da Bota Unna estão:

  • As explicações sobre como funciona o procedimento;
  • A fisiopatologia das úlceras;
  • A necessidade de repouso com elevação das pernas ao nível do coração por, no mínimo, três períodos durante o dia;
  • Exercícios de flexão e extensão dos pés;
  • Deambulação;
  • Colocação adequada da faixa de compressão;
  • Troca de curativo secundário;
  • Cuidados com a manutenção da Bota (não molhar);
  • Observação de sinais e sintomas de complicações pós-compressão;
  • Presença de odor característico do tratamento;
  • Aumento da exsudação devido à diminuição do edema.

Evento

O uso da Bota de Unna para o tratamento de úlcera venosa é o tema do Pão de Queijo Científico, promovido pela Sobest (Associação Brasileira de Estomaterapia), regional Minas Gerais. O evento, coordenado pela enfermeira estomaterapeuta Claudia Regina de Souza Santos, será dia 26 de fevereiro, às 14 horas, na Unidade de Saúde EPSF 01, em Borda da Mata.

*Claudia Santos é mestre em enfermagem pela Universidade de São Paulo (USP) em 2008; e membro da International Continence Society (ICS); TiSOBEST 2013 (Titulada em Estomaterapia). Atua na área de enfermagem em Estomaterapia (Estomias, Feridas e incontinências) a nível ambulatorial e Home Care. É Membro do grupo de Disfunções Miccionais do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.