14 mar

Conheça os exames de ultrassom mais indicados para mulheres na menopausa

Mulheres na menopausa requerem, além dos exames preventivos habituais, de acompanhamentos especiais que podem ser feitos por exames de imagens. “Os exames de imagem são bem eficientes na avaliação preventiva de patologias. E devem ser utilizados como método de investigação”, afirma Dra. Beatriz Maranhão, radiologista do Lucilo Maranhão Diagnósticos. O objetivo é esse: prevenção e diagnóstico de tumores em fase inicial, onde existe uma maior chance de cura. Pensando no grupo de mulheres que já passaram dos 50 anos e precisam de um cuidado especial, Dra. Beatriz elenca os principais exames de imagem.

 

Ultrassom das mamas

Começando pelas mamas, além da mamografia, outro exame fundamental é o ultrassom das mamas, comumente usado como complemento ao rastreamento mamográfico, quando existir necessidade pela densidade mamária ou para avaliação de alteração palpável ao exame físico. “Nas pacientes menopausadas sua principal indicação é avaliar nódulos vistos nas mamografias. Este exame pode definir qual a característica do nódulo, se o seu componente é sólido ou líquido. Caso exista suspeita de malignidade pode também guiar a punção, que definirá a conduta”, diz Dra. Beatriz.

Ultrassom pélvico e transvaginal

O ultrassom pélvico e transvaginal possibilita a avaliação de todo sistema reprodutor, como útero, endométrio e ovários”. De acordo com Beatriz, esses órgãos apresentam frequentemente doenças benignas como miomas, pólipos e cistos. No entanto, “com o passar dos anos, a incidência de doenças mais graves pode aumentar e por isso o uso de ultrassom realizado por profissional experiente é fundamental para diagnosticar doenças em fase inicial, aumentando a possibilidade de cura”, diz.

Ultrassom de abdome superior

Já em órgãos que estão localizados no abdome superior, como o caso do fígado, vesícula biliar, baço, pâncreas e rins, a ultrassom de abdome é indicada.  “Nos casos de cálculos renais é possível rastreá-los ao ponto de saber dimensão e localização, afirmando seguramente se é necessário tratamentos mais complexos”, afirma Dra. Beatriz Maranhão.

Ultrassom da tireoide

Por fim, para que o check up fique completo, a ultrassom da tireoide é indicada. “O índice de nódulo de tireoide é maior em mulheres e o exame de imagem consegue identificar alterações, caso o nódulo seja suspeito. Se isso ocorrer, uma punção pode ser indicada, definindo se há ou não necessidade de uma intervenção cirúrgica”, finaliza Dra. Beatriz.

*Beatriz Maranhão é graduada em Medicina pela Universidade Federal de Pernambuco, professora convidada pela Mastologia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz e radiologista pelo Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira – IMIP, PE.