20 jun

Câncer de mama: identifique precocemente através do autoexame

‘’Veja quais são os fatores do câncer de mama, principais sintomas e como realizar o autoexame adequadamente’’

Toda mulher sabe ou deveria saber da grande importância de fazer o autoexame das mamas mensalmente. Isto porque, este gesto simples de apalpar os próprios seios é fundamental para indicar o câncer de mama, uma das maiores causas de mortalidade entre as mulheres de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Quanto mais você tocar-se e conhecer o seu corpo, mais fácil fica de identificar pequenas alterações nas mamas. O ideal é realizar o autoexame a partir dos 20 anos de idade, já alguns ginecologistas recomendam que o exame seja feito desde a primeira menstruação. Especialistas afirmam ainda que 95% dos casos de câncer detectados desde o início têm maiores chances de cura.

autoexame das mamas 2

O câncer de mama pode apresentar sintomas como nódulo duro, geralmente indolor e irregular. Outra característica é a pele, que quando existe o câncer, pode ficar com o aspecto de casca de laranja. Além disso, alguns pequenos caroços podem surgir em baixo do braço. Mas, vale lembrar que para diagnosticar definitivamente o câncer é preciso um exame clínico mais aprofundado, pois, nem todo caroço pode ser realmente um câncer. É necessário examinar sempre!

Importante ainda é realizar periodicamente a mamografia e uma ultrassom das mamas, que detecta de uma forma mais eficaz qualquer tipo de alteração nos seios, até mesmo de lesões pequenas. Recomenda-se que este tipo de exame seja realizado em mulheres com mais de 35 anos de idade.

Um dos fatores de risco do câncer de mama é a genética familiar. Outra pré-disposição está relacionada a cânceres anteriores como um próprio de mama ou câncer de ovário em qualquer idade.

Dicas para realizar o autoexame das mamas:

O autoexame pode ser realizado de frente ao espelho, deitada ou durante o banho. De acordo com a fisioterapeuta especialista em saúde da mulher, Meg Martins, o ideal é fazer o exame sempre que possível e especialmente uma semana após a última menstruação.

  • Com a mão esquerda em baixo da cabeça e apalpe o seio esquerdo com a mão direita. O importante é apalpar os seios com as pontas dos dedos realizando movimentos, não esquecendo os mamilos.
  • Depois coloque a mão direita debaixo da cabeça e apalpe o seio direito com a mão esquerda. Ainda segundo a fisioterapeuta, não é necessário uma ordem, mas sim, ter atenção para identificar qualquer tipo de alteração.
  • Chegando aos mamilos, pressione-os de forma suave e observe se saiu algum líquido. Depois vá apalpando até as axilas, continuando o movimento com as pontas dos dedos.
  • Em frente ao espelho, você pode fazer uma observação dos seios. Levante os braços olhe os seios como todo, dos lados e mamilos. Depois, com os braços abaixados junto ao corpo, continue a observação.

Meg Martins ainda lembra que o autoexame é somente uma arma que possibilita identificar o câncer, mas não o previne, dados aos seus inúmeros fatores de risco e pré-disposição.

Confira mais dicas através do vídeo:

meg-martins* Meg Martins é fisioterapeuta graduada pela PUC Minas e especializada em Fisioterapia aplicada à Saúde da Mulher pela UNICAMP – SP. Conheça mais sobre o trabalho da profissional no site www.fisioterapiaembh.com.br.

 

 

 

 

 

 

 

 

Gostou desta informação? Então, ajude a salvar vidas. Compartilhe com quem você gosta através das redes sociais!