10 out

Obesidade infantil

A obesidade infantil é um problema de saúde pública que atinge, segundo o IBGE, quase metade (47,5%) das crianças brasileiras entre 5 e 9 anos e uma em cada quatro em idade entre 10 e 19 anos. Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), os motivos de dados tão alarmantes está na alimentação inadequada e no sedentarismo, uma vez que em menos de 5% dos casos o excesso de peso se deve a doenças endocrinológicas.

Obesidade Infantil

O descontrole no peso pode causar nos pequenos problemas considerados de adultos, como diabetes, colesterol alto, insônia e hipertensão. De acordo com a endocrinologista Giseli Iglesias, o mundo vive uma epidemia que causa mais morte que a desnutrição. Ela lembra ainda que as crianças obesas têm até 70% de chances de serem adultos obesos que vão desenvolver, por exemplo, doenças cardíacas.

Os vilões da obesidade infantil

Excesso de peso na infância pode estar relacionado ao ambiente familiar. Por isso, a endocrinologista Giseli Iglesias sugere algumas mudanças de hábito na rotina familiar. Para a médica, uma criança inserida em um contexto familiar de prática de esportes, alimentação saudável e outros bons hábitos terá facilidade para se adaptar a esse modo de vida.

Giseli recomenda não encher a casa de guloseimas e acostumar os filhos a comerem frutas e legumes no lugar de doces. Outra dica é acostumar a criança a tomar um bom café da manhã e a fazer várias refeições por dia. Não acostumar a garotada com excesso de refrigerantes e estimular a prática de esportes.

 

giseli iglesias*Giseli Iglesias – Um sonho de criança levou a endocrinologista Giseli Iglesias a se tornar médica. Graduada pela faculdade de medicina de Teresópolis, em um primeiro momento, especializou-se em clínica médica, com residência no Hospital do Andaraí, por acreditar ser necessária uma boa base em clínica antes de se dedicar a uma área específica da medicina.    São 30 anos dedicados à endocrinologia desde então, com pós-graduação na PUC-RJ e residência no Instituto Estadual de diabetes e endocrinologia (IEDE).