25 set

Congelamento de óvulos

“Conheça um pouco mais sobre a técnica que ajuda a preservar a fertilidade”

Ter uma família com filhos é o sonho das maiorias das mulheres. Mas, algumas vezes este sonho pode encontrar obstáculos como doenças, disponibilidade e até mesmo a falta de um parceiro ideal. Assim, muitas mulheres adiam o sonho de engravidar, o que pode complicar uma futura gestação.

De acordo com a Dra. Ana Lúcia Beltrame, ginecologista obstetra e especialista em Reprodução Humana, nestes casos pode-se usar o congelamento de óvulos, um método que tem ganhado espaço quando se trata de reprodução. “O procedimento é simples, onde os óvulos são congelados em alta velocidade, reduzindo os danos. Atualmente recomendamos o congelamento de seis a dez óvulos, o suficiente para uma gestação”, explica.

congelamento de óvulos

A técnica é indicada para mulheres que passarão por quimioterapia, radioterapia ou que sofrem de menopausa precoce. Ainda é recomendada para mulheres acima de 35 anos que desejam engravidar futuramente.  Embora não exista uma idade máxima para a retirada dos óvulos para o congelamento, a ginecologista explica que o óvulo também envelhece e pode não vir a ser um embrião quando fecundado. Neste caso as chances de sucesso são de apenas 10%.

Confira mais detalhes sobre o procedimento no vídeo com a Dra. Ana Lúcia Beltrame:

 

 

 

Dra. Ana Lúcia Beltrame*A Dra. Ana Lúcia Beltrame é médica formada pela UNIFESP – Escola Paulista de Medicina, mestre em ciências e especialista em ginecologia e obstetrícia pela Faculdade de Medicina da USP. Veja mais sobre a profissional no site mommy2be.com.br.