17 jul

Amamentação

‘’Mais que um ato de carinho, um ato de cuidado para com a saúde da mãe e do bebê’’

As mães que já amamentaram conhecem a real importância do leite materno para o bebê. As crianças devem ser amamentadas até os primeiros seis meses de vida. Depois deste período, a amamentação pode e deve ser continuada, complementando também, com outros alimentos.

Vantagens do leite materno para o bebê

O leite materno é o alimento natural mais completo que existe. Nele é possível encontrar todos os nutrientes necessários para o bebe na medida certa como água, proteínas, açúcar, gordura, vitaminas e sais minerais.Além disso, ele é de fácil digestão. As substâncias encontradas no leite protegem o bebê contra a diarreia, desnutrição pneumonia, alergias e outras doenças. Ele também contribui para o crescimento e desenvolvimento da criança. Ainda, é uma maneira especial para a mãe oferece amor e carinho ao bebê.

amamentaçãoComo é o leite materno?

Nos primeiros dias o leite materno pode apresentar um aspecto grosso e amarelado e às vezes, transparente. Mesmo em pequenas quantidades ele é muito nutritivo, pois, contém vários anticorpos que protegem a criança de doenças. Após sete dias, o leite pode apresentar uma aparência mais esbranquiçada e, é produzido em maior quantidade.

A amamentação é extremamente importante para que o bebê cresça com ainda mais saúde. Por isso, para que o leite desça mais rápido, é importante que a criança comece a mamar ainda na sala de parto. Isso porque, a maior parte dele é produzida enquanto o bebê suga e quanto mais ele sugar, mais leite será produzido.

Vantagens do leite materno para a mãe

A amamentação reforça ainda mais o laço afetivo entre mãe e filho. Isso porque, ela é também uma forma de transmitir amor e carinho. Além disso, protege a saúde da mãe, diminuindo o risco dela ter câncer de mama, câncer de ovário e hemorragias pós-parto. E ainda, contribui para que a perda de peso após o parto seja ainda mais rápida.

Como amamentar o bebê

A fisioterapeuta especialista em saúde da mulher, Meg Martins, explica que o ideal é procurar um local tranquilo e uma posição confortável para amamentação. “A mãe pode colocar o bebê no colo para que ele mame em várias posições. Mas, é recomendável que ele fique reto, sem torcer o pescoço e encostando a barriga no corpo dela’’, afirma.

Para iniciar a mamada encoste a mama nos lábios do bebê e aguarde que ele abra bem a boca (como se fosse bocejar). Para saber se o ele está sugando direito, preste atenção nas seguintes dicas:

  • O bebe deve abocanhar o bico e a maior parte da aréola (área escura da pele)
  • O lábio do bebê deve ficar voltando para fora
  • As bochechas devem ficar arredondadas
  • O queixo do bebê deve ficar encostado na mãr

Meg Martins ainda explica que se deve amamentar o bebê até que ele solte. A mãe pode oferecer a segunda mama somente após o bebê ter soltado a primeira. ‘’No início, alguns bebês ficam satisfeitos mamando apenas uma. Mas, deixe que o bebê mame quantas vezes ele quiser. O horário é livre. Lembre-se quanto mais o bebê mamar mais leite você terá’’, conclui.

 

meg-martins* Meg Martins é fisioterapeuta graduada pela PUC Minas e especializada em Fisioterapia aplicada à Saúde da Mulher pela UNICAMP – SP. Conheça mais sobre o trabalho da profissional no site www.fisioterapiaembh.com.br.