11 dez

Depressão no final do ano

“A psicóloga Andrea Lorena ensina como identificar este tipo de depressão e como tratar”

O fim do ano geralmente é um momento de muita alegria, reencontros e comemorações. Entretanto, em meio às festividades acontecem casos no qual a pessoa pode se sentir solitária, estressada e angustiada com sua própria vida. E esses sintomas frequentes podem caracterizar um quadro depressivo, doença esta que altera o estado de humor, deixando a pessoa com um alto nível de tristeza.

A psicóloga-clínica Andrea Lorena, explica que essa depressão no final de ano pode se dar pelas frustrações e objetivos não alcançados, ainda por perdas que vem à tona principalmente em épocas de confraternizações. “No final do ano, é comum as pessoas quererem confraternizar e o sentimento de solidão pode ser aflorado nestas datas, desencadeando um quadro de depressão”.

Depressão final de ano

Tratamento para este tipo de depressão

Andrea ainda afirma que apesar de todos os sintomas de depressão, cada caso é diferente e precisa ser avaliado por um profissional. Além disto, o quanto antes for diagnosticado e tratado, melhor.

“Uma pessoa depressiva também pode buscar algum tipo de escape, se rendendo ao alcoolismo, consumo de drogas, compras excessivas, comer compulsivamente, entre outros. Ou seja, nada que irá resolver o problema, pelo contrário, irá prejudicar a si mesma ainda mais”, esclarece.

A psicóloga ainda dá dicas de para lidar com a depressão no final de ano. Ela sugere que a pessoa se prepare para os encontros familiares, mantendo a tranquilidade, e analise de forma consciente o que lhe incomoda e trate este sentimento. “Além disto, cada um pode realizar uma autoanálise para ver aquilo em que poderia melhorar para alcançar suas metas, e não se culpar demais”. Andrea ainda informa que mesmo depois das festividades, se os sentimentos de angústia e tristeza continuarem, é de extrema importância recorrer a um especialista.

Andrea-LorenaAndrea Lorena é psicóloga-clínica especializada em terapia familiar, relacionamentos amorosos, pais x filhos, drogas e dependência química. Conheça mais sobre a profissional no site www.andrealorena.com.br.